Pesquisa:

Comentários Postados em 2009

voltar Comentar Imprimir

 

Maria Geralda comentou: janeiro 2nd, 2009 at 2:06 pm

Mesmo não tendo vivido as madrugadas do Serro, nem ouvido os sinos das torres de suas igrejas, não pude deixar de admirar as belas imagens e, obviamente, o belíssimo texto desse vídeo, a que só agora pude assistir. Parabéns pelo trabalho que, sem dúvida, merece ser divulgado (não apenas para os serranos, diga-se de passagem). Abraço, Maria Geralda


TOLENTINO comentou: janeiro 8th, 2009 at 9:49 pm

TIO FEIZ, Antes tarde do que nunca!! é o que dizem os esquecidos ou retardatários em cumprir alguma obrigaçaão que já deveriam ter feito, mas que por algum motivo ainda não o fizeram. Já lhe expliquei pessoalmente o porque ainda não tinha me manifestado a respeito do seu BLOG. Não poderia fazer comentários a respeito de algo que não tinha tido a oportunidade de conhecer. E os meses de novembro e dezembro foram de muito trabalho para mim o que me impossibilitou de percorrer com o devido tempo, estas páginas que agora passo comentar. Gostei muito. Começando pelo próprio desenho da página. Muito bem desenhada, cores bem postas, projeto gráfico bem arquitetado, desde a colocação de sua fotografia no cabeçalho do blog, tudo muito bem desenhado, o menu bem claro e de fácil entendimento. Enfim, quanto a esta parte "plástica", da forma, vamos dizer assim, muito legal, e que torna de começo, atraente a sua leitura. Quanto ao conteúdo, também gostei muito. Os "quase poemas" na verdade não são "quase", mas são verdadeiramente "muito" poemas. Os contos, as informações e curiosidades, esta mistura de literatura com informações e atualidades fazem deste blog um verdadeiro prazer de se estar percorrendo suas páginas. Quanto ao filme então, e a forma com que voces conseguiram inserí-lo, foi fantástico. A única palavra que me ocorre para dizer neste momento é: PARABENS!. Li alguns comentários de pessoas que aqui me antecederam, e várias já disseram que se transportaram ao velho Serro ao ler estas páginas. É verdade. A gente aqui volta àquele passado, mas não com um sentimento de um saudosismo pesaroso pelo tempo ter passado, mas com um sentimento de se sentir orgulhoso por ter vivido todas aquelas cousas ali relatadas. Está muito bonito aquele filme. Por fim quero lhe dizer que estarei sempre frequentando estas páginas, e volta e meia poderei fazer novos comentários. Um grande abraço, do seu sobrinho que sempre o admirou muito. TOLENTINO.


Marco Aurélio Weyne comentou: janeiro 14th, 2009 at 4:47 pm

Olá Sr. Feiz! Parabéns pela interação digital e pelo Blog tão caprichado. Gostei muito, especialmente das imagens do Serro e dos comentários sobre "a crise". Espero que não se incomode se eu vier a plagia-lo na confecção do meu próprio. Forte abraço de Brasília, Marco Aurélio e Andrea.


Virgínia comentou: janeiro 14th, 2009 at 4:50 pm

Feiz. Meu carinho. Dificil é conviver com você duas semanas e sair de perto de você… falta sua sabedoria,seu entendimento,suas palavras de afeto e cultura,falta até onde pisar firme. Será que você é deste planeta mesmo?Estou com dúvidas….. beijos e saudades,mas garanto que após cada temporada que saio daí das nossas noites de "prosa"me sinto mais conhecedora de tudo,e muito mais humana e culta….. parabéns mestre de tudo…. só quem te conhece de perto sabe que você é a própria enciclopedia em cultura e humanismo…. bjbj. vi


Renata Salles comentou: janeiro 14th, 2009 at 8:32 pm

Feiz, Hoje não foi a primeira vez que entrei em seu blog, porém é a primeira que tive a oportunidade de contemplá-lo. Parabéns pelas belas poesias! Obrigada por compartilhar seu conhecimento conosco! Parabéns! Abraços, Renata


Neide comentou: janeiro 21st, 2009 at 11:27 pm

Recebí de uma amiga do Serro o endereço do seu blog. Foi com uma emoção muito grande que aquí entrei. A grande emoção que sentí foi pelo fato de o Senhor ter sido o meu paraninfo quando terminei o curso primário na cidade do Serro.esta lembrança me fez um bem enorme. Fiquei emocionada ao ler tanta coisa linda no seu blog. estarei aqui sempre. Obrigada por tudo, obrigada por me fazer recordar e por ter estado no meu passado. Um abraço. Neide.


Oswaldo Jairo Pires de Miranda comentou: janeiro 29th, 2009 at 10:17 am Presado primo Feiz, somente quem conviveu e ainda continua convivendo com o Serro, pode se encantar com a beleza retratada em seu blog.Fiquei tremendamente emocionado ao ver detalhadamente o seu trabalho e do meu amigo Felix ao qual tenho grande apreco.Um abraco e parabens, Du Miranda


Renato Valois comentou: fevereiro 1st, 2009 at 4:52 pm Sr. Feiz Tive a felicidade de conhecer um serrano, Oswaldo Miranda, que vendo meu entusiasmo com as coisas de Minas enviou-me este endereço. Belíssimo e rico documento, na forma e no conteúdo. Patrimônio tanto arquitetônico quanto folclórico de beleza tão bem apresentado pelas imagens e palavras deste. Este herança do SERRO tão bem preservada é uma das grandes riquezas deste mundo "aldeia"global" sedento das histórias, tanto as de hoje quanto as de ontem, dos homens e das suas aldeias. A riqueza do Serro é, e será, riqueza do mundo.


Lucia Nunes A.de Carvalho Piquet Souto Maior comentou: fevereiro 14th, 2009 at 11:52 am

Ao meu ilustrado padrinho, admirado por tôda nossa familia, agradeço pela divulgação da historia do "Serro" terra da minha querida mãe e, desta descendencia maravilhosa de onde vim . Tenho lido seus contos e poesias e agora penso em voltar aí, para escuta-lo de perto e saborear sua sabedoria. Lú


Celso Aguarreste comentou: fevereiro 26th, 2009 at 8:46 pm

Sr. Feiz. Já faz algum tempo que pensava em lhe deixar algumas palavras, mas sempre me punha em posição defensiva, ante a sua notória erudição. Ainda assim, ouso arriscar aqui escrever. Atuo no mercado financeiro aqui na Venezuela e seu prestigiado blogo me foi indicado por um colega de São Paulo. Tive uma grata surpresa. De fato, seus escritos são frutos de bela e coloquial linguagem. Por atuar no mercado financeiro, tocou-me profundamente seu artigo "QUEM DEU AO MUNDO A CRISE FINANCEIRA DE 2008 - C". Tive a ousadia de aqui traduzi-lo, com a deficiência da escrita. Mostrando o texto aos daqui foi o seu artigo recepcionado por todos com expressão de entendimento, ante a forma clara e didática do conteúdo ali explicitado. Soube por um funcionário mais graduado que o seu artigo chegou às mãos da diretoria, onde igualmente recebeu elogios. Então, receba meu afetuoso abraço e continue a nos brindar com sua inteligência. Com respeito e adimiração, sou Celso Aguarreste.


Leila comentou: fevereiro 27th, 2009 at 11:59 pm

Lendo o poema" Aos meus filhos" hoje compreendo o que mais nova não compriendia, pois alem de mãe hoje sou avó. Sábias palavras! Parabens mais uma vez pelo seu blog e pela iniciativa de colocar tudo isto para nos presentear com sua cultura e sua sabedoria!


Sonia e Maria Alice comentou: fevereiro 28th, 2009 at 4:28 pm Feiz, É realmente um prazer ler todos os seus sabios e inteligentes comentários. Parabens pelo blog. Um grande Abraço da cunhada Sonia, e da sobrinha Maria Alice


Soraya ursine comentou: março 1st, 2009 at 4:18 pm

Presado e admiravel Faiz, tio de tantos queridos, como Marcia, Nunes, Juliana e todos outros que guardo no coração e que tantas vezes te mensionaram. so agora compreendi o afeto e admiraçao que eles teêm por você! Seu site,convida a passar horas, se deliciando, como uma destas cosinhas de casa mineira, onde durante horas, contamos e escutamos causos. Seu filme é uma declaração de amor, que so quem um dia pos os pés la pode saber! fiquei muito agradecida pela sua atenção, e serei seguidora deste site, que tras tantas palavras lindas vindas de um grande coração! Um abraço grande, parabéns, continue a amar assim este pequeno pueblo, que é seu e nosso!


Magda Silva Clementino comentou: março 2nd, 2009 at 4:11 pm Querido amigo Feiz, falar de vc, não existe para mim palavras para defini-lo."ASSUMIDADE" de ser humano. Seu blog nos convida a ficar horas a fio deliciando com suas poesias e admirando nossa MAGNIFICA Sêrro, cidade que DEUS me deu de presente e que amo muito.Sou uma serrana chata,amo ardentemente essa minha, nossa linda terra, que é cheia de mistérios e magias,com um céu mais lindo do "MUNDO" Estou muito emocionada e muito agradecida pela sua atenção, serei seguidora e divulgarei com maior prazer.Um abraço, e em breve nos encontraremos. Felicidades, sucesso. P.S.: Obrigada por mostrar para o mundo que existe aqui no Brasil uma pequenina cidade com todo charme Europeu. "Sou simploria não? Abraços Maguinha


Cida Miranda comentou: março 5th, 2009 at 10:33 am DA TORRE DE SINOS, ALGUM CAMPANÁRIO?!… A antiga casa de caramanchão de janelas altas à sua frente guardava segredos e magia memória viva, hoje latente… De apaziguamento e silêncio de tamanha ordem impecável os tios que na casa moravam apontavam algo de notável! Naquele ambiente harmonioso uma cabeça de cabelos brancos surgia leve e delicadamente na sutileza de seus balanços… Falava manso e era educada a tia Zulmira, no bom exemplo na sua altivez a postura no idoso corpo, o próprio templo… De bons modos e atenciosa era mansa e muito bondosa era ágil e, ao mesmo tempo, deveras serena e generosa! A figura do esposo é lembrada pela inteligência e capacidade pela voz retumbante do Oriente revelando austera vivacidade… Da sala de jantar daquela casa avistava-se o belo caramanchão e as trepadeiras bem podadas arrastando as flores da devoção! Valor, respeito e bons costumes saltavam de dentro do ambiente gravando nos corações infantis a educação daquela boa gente… Feiz Nagib, na boa descendência reacende na lucidez um Blog Literário trazendo à memória um feliz registro da torre de sinos, algum campanário?!…


Otacilio comentou: março 26th, 2009 at 6:58 pm

Meu caro comp. Feiz, Seu Blog está ótimo. Seus poemas são de uma profundidade encantadora e já os usei nas minhas falas por aí afora. Daqui para frente serei seu cativo leitor. Um forte abraço do companheiro e amigo.


Evandro Clementino comentou: março 29th, 2009 at 3:09 pm

Caro Feiz: Avisado por minha irmâ Magda-entusiasmada,diga-se- sobre o blog,vejo que ela tem razão.O blog è realmente bom,àgua fresca no deserto que, pouco a pouco, se instala no território da literatura do país.Não se lê como se deveria.Quando acontece ,são livros estrangeiros os mais vendidos.Hà excessões,claro.Gostaria de pedir que você comentasse a fábula de Andersen,A ROUPA NOVA DO REI, sob a perspectiva da vaidade humana(e da extrema pobreza consequente),a mesma vaidade da qual nos fala o ECLESIATES da Bíblia.Acredito que esse tipo de pobreza è que tem empurrado as pessoas para longe das livrarias e bibliotecas,daí acreditar que seus comentários sejam mais que pertinentes, necessários.Por fim,vai uma frase da qual gosto muito e que vai ao encontro da proposta do blog:è atribuída a Erasmo.QUANDO TENHO ALGUM DINHEIRO,COMPRO LIVROS.SE AINDA ME SOBRAR ALGUM, COMPRO ROUPAS E COMIDA. Sucesso contínuo e merecido.Evandro.


Patricia Clementino comentou: abril 2nd, 2009 at 11:38 pm

Ola Sr Feiz,quanto tempo? Antes tarde do que nunca. Mas ainda há tempo, há tempo para tudo. Tempo que corre, que morre, que mata, mas que vive. Tempo que limita a vontade de ir sem olhar para trás.Ainda há tempo? Que imita a angústia quando não o temos mais? Tempo que passa quando há paz! Ah Serro querido, cade você rapaz? Está escondido atrás dos tempos modernos? Está se adaptando á metamofose do que era certo? Tentando entender o que não existe mais? Ah meu Serro amado, não pense tanto, reapareça sem olhar para trás. Ainda há tempo conterrâneos ausentes,de resgatarmos o que não existe mais! Mas o Serro que vive, ainda existe e transmite paz! Mas podemos fazer MAIS!!!! Abraços. Patrícia -Serro!


Lucas Clementino comentou: abril 6th, 2009 at 8:24 pm

Ola, acessei o blog atraves da indicacao de minha tia Magda, tive entao o acesso aos videos sobre o Serro e gostaria de parabenizaro e agradecer pela oportunidade de matar a saudade da minha terra natal, e poder me enxergar novamente todos os valores desta cidade de tantas historias e que tanto amo! Um abraco Lucas Clementino - Hyannis - USA


Maria Helena Bahmed comentou: abril 9th, 2009 at 3:04 pm

Feiz, Não fui a primeira a mandar um recado para o seu blog, mas tenho o privilégio de usufruir da sua cultura, do seu amor! Parabens pelo sucesso do blog. Beijos de quem te ama e admira, MARIA hELENA


Luciana comentou: abril 15th, 2009 at 11:03 pm

Vo, Estou aqui lendo as atualizacoes do seu blog e adorei o ABC da crise financeira. A parte do bolo feito por mil pessoas, foi fantastico! Parabens mais uma vez… Lu


Vanderley dos Reis Pereira comentou: abril 20th, 2009 at 9:28 am

Sr. Feiz não tenho palavras para deixar uma mensagen, a altura do blog do Sr,mas uma coisa em tenho certeza em dizer, pois sou um homem sortudo,por ter tido o prazer de conchecido o Sr. em meado de janeiro de 1984. um grande abraço de seu amigo, e seu fiel aluno na escola da vida.


Samantha comentou: abril 20th, 2009 at 10:10 am

Parabéns pela iniciativa. Todo o conteúdo do Blog é emocionante… gostos de ler… o vídeo com imagens e o texto sobre o Serro trouxe uma sensação de saudade de um Serro que eu não vivi, mas que amo (confesso) muito mais do que aquele que conheci. Obrigada por me trazer uma sensação tão boa. Grande abraço.


Mariana medeiros comentou: abril 20th, 2009 at 7:53 pm adorei esse site sempre que eu quiser alguma coisa e so entrar


Edmo Cunha (Binha) comentou: abril 20th, 2009 at 9:27 pm

Caro Feiz, Já tinha visto tanto o blog quanto o filme, mas separadamente. A idéia de juntá-los foi ótima e, o que é melhor, com tecnologia que manteve a qualidade. Parabéns para você e para o Félix, pela dedicação e pelo excelente trabalho. Gostaria de manter intercâmbio com você, através do blog que mantenho, também dedicado às coisas do Serro (http://serromg.blogspot.com) Certamente, você poderia nos ajudar muito, com seu conhecimento e seu acervo sempre generosamente colocado à disposição do Serro e dos serranos. Um grande abraço e a admiração do conterrâneo e amigo Edmo Cunha (Binha)


Leandro comentou: maio 14th, 2009 at 11:22 am

Sou neto de ARISTEU (MÚSICO E SAPATEIRO), antigo morador da SANTA RITA e filho de um de um dos seus seis filhos (EDELZIRA). Por força do destino tive o prazer de morar quando criança por um determinado tempo no SERRO FRIO e me lembro todos os dias de uma das melhores experiências de minha vida. Fico feliz por este blog e agradeço ao SENHOR FEIZ por estas lembranças que me abrandam o coração. Que a paz do senhor e as neçãos de Nossa Senhora do Rosário esteja convosco.


Valquirio de M. Barbalho comentou: maio 19th, 2009 at 6:32 pm

Caro Feiz, tenho pesquisado a Arvore Genealogica de minha familia e encontrei varios ancestrais como, Antonio Borges Monteiro Jr, Maria de Souza Fiuza, e outros nascidos no Serro. Dos citados acima, descendem os Drs. Antonio Rodrigues Coelho Jr (meu duplo tio-bisavo), e os filhos deste, Euler e Alyrio Salles Coelho. Outro serrano de destaque em nossa Arvore Genealogica eh o Dr. Nelson de Senna. Em meus estudos descobri o quanto nos, do Centro Nordeste Mineiro, somos serranos de natureza embora nascidos em outras vilas, como Virginopolis. Das minhas pesquisas para encontrar o seu blog foi um pulo. E foi com muito grata satisfacao que vi as imagens, postadas nele, deste amavel berco de todos nos. Feliz fiquei tambem ao saber que temos em comum o companheiro e amigo, Edmo Cunha (Binha) que ha muito nao vejo. Passarei a meus outros contatos o endereco do seu Blog para que tambem possam desfrutar das belissimas imagens do Serro. Penso que isto os animara a visitar a cidade da mesma forma que pretendo fazer no proximo julho. Atualmente moro na cidade de Framingham, estado de Massachusetts, EEUU e estou pesquisando as nossas origens porque temos milhares de brasileirinhos nascendo aqui neste pais, entre os quais, mais de uma centena de Coelho e sobrenomes agregados a ele, e nao gostaria que perdessem a nocao da propria origem. Parabens por sua iniciativa e votos que voce consiga atingir seus objetivos com ela. Um abraco, Valquirio Barbalho.


Amilton Magno Isaltino comentou: maio 19th, 2009 at 8:48 pm Foi com muita emoção e orgulho de ter nascido nessa querida terrinha,que assisti seu vídeo. Parabéns pelo filme e pelas palavras que só fazem engrandecer ainda mais o SERRO.


RANIERI NUNES comentou: maio 19th, 2009 at 9:10 pm Sr. Feiz, conheci seu blog a partir do jornal da AASER. Vi o filme. Para quem adora aquela terra, foi emocionante assistir. Parabéns pelo trabalho. Tomei a liberdade de divulgar seu blog junto a meus amigos. Só para o senhor se situar quanto a quem sou: bisneto de Aristides da Luz, neto de Jair, filho de Zé de Rita. Grande abraço.


Dárcio Lopardi Mendes comentou: maio 20th, 2009 at 11:23 am

À convite de amigos, passei a integrar a Associação dos amigos do Serro, pois, sendo ex-juiz da Comarca, lá vivi bom tempo e passei a gostar da cidade e de sua história e mbora já se vai longe o tempo, a lembrança e a saudade bate no peito.Vendo o jornal eletrônico do Serro e agora o filme e blog bliterário, a emoção brota, vendo suas fotos, poesias lindas e pessoas que querem perpetuar sua terra, suas tradições e divulgá-las mundo afora. Tudo isso me fez bem e muito feliz por perceber a alma sensível de tanta gente, a gente serrana. Parabéns.Obrigado.


Elza Nunes comentou: maio 22nd, 2009 at 4:29 pm Querido Padrinho Feiz, Nesta cidade louca que é São Paulo, posso agora parar , ler e apreciar a inteligència, o conhecimento e a delizadeza de uma pessoa doce, Serrana e que me dá muito orgulho de ser meu tio e padrinho de batismo. Com sua permissão vou levar este documentário, para ilustrar minhas aulas no Brasil e no exterior, quando com os conhecimentos que adiquiri com minha mãe e com meus antepassados, passo um pouco dos saberes e dos sabores de nossa gente. Parabéns ao Felix e toda sua familia pelo brilhante trabalho.


Estou hoje, muito mais orgulhosa de ser serrana e de ser sua afilhada. Adiléa Márlia Isaltino Generoso comentou: maio 23rd, 2009 at 11:45 am Sr Feiz, quero lhe parabenizar por criar este cantinho tão especial principalmente para mim que sou serrana de coração. A história presente para que os nossos filhos possam usufruir.É maravilhoso reviver o passado,mesmo que a gente não fez parte dele. Eu também criei um blog educativo, que tem por finalidade compartilhar experiências de sala de aula. Temos que proporcionar ao próximo um pouco do nosso conhecimento, das nossas atitudes. O senhor está de PARABÉNS!!!!


Angela M. Zentmyer comentou: maio 25th, 2009 at 11:59 pm

Sou serrana de alma e coracao.Apesar de nao morar no pais ha 8 anos,tenho a grande felicidade de todo ano poder matar a saudades dessa minha terra tao querida .Sr Feiz minhas congratulacoes,pelo seu blog,amei assistir o filme.Deus o abencoe


Cenira de Oliveira Nunes comentou: maio 26th, 2009 at 12:23 pm

Feiz e Félix: Emoção e saudades até as lágrimas, ao assistir o filme. Mas também muita alegria pela possibilidade de em poucos minutos reviver toda uma vida iniciada e passada em grande parte na nossa querida Vila do Príncipe. Que Deus abençoe os dois pelo belíssimo presente. Um forte abraço Cenira de Oliveira Nunes


Patricia F. M. A. Gonçalves comentou: junho 2nd, 2009 at 1:02 pm Querido companheiro, A sua amizade foi uma das boas surpresas que o RCBH me trouxe. Minha admiração, respeito e carinho. Saudações Rotárias, Patrícia Moraes de Araújo Gonçalves


Ana Carolina Clementino comentou: junho 2nd, 2009 at 8:38 pm

Já faz algum tempo que sei da existência deste site pela minha tia Maguinha, mas não tive oportunidade de entrar. Gostaria de parabenizar o Sr. Feiz por este grande trabalho e agradecer a oportunidade de aprender com textos bem fundamentados. Eu não tive oportunidade de conhecer os antigos sítios e velhas casas do Serro, e agradeço esta chance. O vídeo do serro realmente emociona tantos os serranos ausentes como os que estão presentes na cidade e é claro, os que ainda não a conheceram. Eu sinto um grande orgulho da cidade que nasci e fui criada pela minha avó Dóris e pelo meu avô Zulu. Parabéns Sr. Feiz, não apenas pelo blog, mas por esta sua grande inteligência e motivação. Espero que eu ainda aprenda bastante aqui, tanto sobre nossa cidade, quanto de outras coisas sempre muito importantes e necessárias. E agradeço por sempre divulgar o nome desta terra tão querida. Um grande abraço, dessa nova e permanente leitora do belíssimo blog literário.


FERNANDA GONTIJO ALVES DE SOUSA comentou: junho 12th, 2009 at 8:35 pm

Sr. Feiz,abençoada a sua família por tê-lo como patriarca. D. Maria Helena pode dizer-se ganhadora de dez Mega Senas,pois ter um marido com a sua sensibilidade,carinho e finesse é uma coisa muito rara neste mundo. São muitas qualidades para um único ser. Os filhos são o espelho dos pais,figuras adoráveis e finas como a nossa "Coelhinha" e Fernando. Agora os netos e bisnetos. Deus o abençoe e lhe dê muita saúde,para enfeitar a vida de todos nós que tivemos a honra de conhecê-lo. Beijo carinhoso ,Fernanda.


Bernadete Ferraz comentou: junho 15th, 2009 at 8:00 pm

Digno e maravilhoso poeta Feiznb: Peço licença para não chamar-lhe de "senhor", por obrigação social, porque, de cara, passei a vê-lo como um daqueles poetas, cuja sensibilidade e competência, faz dos versos, das rimas e das mensagens sua própria marca registrada. E a sutil solenidade expandida por esses querubins humanos, compõe uma aproximação natural, entre si e seus colhedores de lições poéticas. Portanto, caro poeta, conhecer seu BLOG e receber seu RECADO por intermédio da querida Amiga Virtual, Beatriz Tolentino Gontijo, foi mais que um achado. Foi uma chance. O Poema DIGA disse muito! Um alerta reflexivo ao extremo, que deve ser receitado. Uma mensagem tão profunda quanto delicada. Um texto para ser indicado aos seres sensíveis, aos endurecidos e aos destraídos também. Uma dose adequada de amor ao próximo, cuja administração será sempre o momento presente. Tudo isso, sob a tecitura elegante do sonetista Feiznb Bahmed. Grande abraço da admiradora piauiense, Bernadete Ferraz


Stael comentou: junho 16th, 2009 at 11:08 pm

hoje foi um destes dias cansativos.Correria,compromissos,preocupações etc,etc… estou aqui e agora com os meus olhos quase fechando de tanto sono..mas, não poderia deixar de escrever algumas poucas palavras para o meu "novo poeta"- que descobri nesta noite. me senti dentro de uma rede cearense,ouvindo o ranger dos ganchos, o movimento do aconchego,numa varanda de frente pro mar..talvez numa praia ou no casarão da familia lins e silva, na rua henrique dias em recife, onde morei por 8 anos quando menina…mas, todos os sentimentos;alegria o descanso , a sensação do embalo, este aconchego, encontrei nas suas palavras, nos seus casos, na sua poesia…amei…amei a sua essencia mineira,o linguajar academico e suficiente erudito, quando se faz necessário.A sua facilidade em lidar com as palavras e transmitir tanto afeto pelas pessoas pelo seu tempo e por todos os momentos. (para falar a verdade, fiquei até com mêdo do fazer algum comentario, pois nunca escrevi para um grande poeta sequer sei escrever um "pequeno portugues",mas acho que consegui dizer o tanto que adorei este blog. estarei sempre por aqui…. bj stael


Welson Ladeira Senna comentou: junho 17th, 2009 at 12:42 am

Feiz, fiquei feliz em visitar seu "blog". Faz já alguns anos que não nos vemos, apesar de morarmos na mesma cidade. Para que te volte a lembrança, sou filho do Ladeira, amigo do Dr. Atonio Tolentino quando este morava no prédio da rua do Ouro. Estivemos certa feita, eu e o Eduardo Tolentino, em sua casa no bairro de Lourdes para jogar xadrez. Talvez tenha sido este o último contato que tivemos. O Fernando e a Leila estão bem? De toda forma parabéns pela iniciativa e pela utilização da nova tecnologia. Abs Welson.


Vera Ladeira comentou: junho 18th, 2009 at 12:13 am

Oi Feiz! Parabéns pelo seu blog, sua sensibilidade e inteligência! Adorei suas lindas poesias, principalmente de "Para Maria Helena". Sinto saudades de vocês… Abraços! Vera Ladeira


Patrícia Pereira Coêlho comentou: junho 21st, 2009 at 11:15 am

Caro Conterrâneo Sr. Feiz Fiquei emocionada, juntamente com meus pais, José Pedro (Juca)e Eliete, de relembrar fotos,depoimentos,festas,comentários de pessoas tão queridas que também fazem parte de nossa história. Estamos distantes da nossa terra querida, mas esse blog nos traz o saudosismo e a vontade de aprender cada vez mais sobre o Serro. Agradeço pela oportunidade de ser mais uma leitora de seu blog,e gostaria de parabenizá-lo por não deixar as memórias da nossa cidade cair no esquecimento. Um grande abraço… Com estima, Patrícia- Uberaba/MG


Vania Vasconcelos comentou: junho 21st, 2009 at 5:15 pm

Apesar de não morar mais no Serro, o Serro mora no meu coração. Tenho muito orgulho da nossa terra e fico feliz pelo brilhante trabalho. O Serro além da sua história, tem filhos do seu quilate que nos faz ter cada vez mais, orgulho de sermos Serranos.


Lucia Nunes A. de Carvalho Piquet Souto Maior comentou: junho 22nd, 2009 at 1:43 pm

Feiz querido. Esta da Miss Brasil adorei. Hoje em homenagem ao seu "niver" vou ficar no seu blog vasto tempo. bjbj vi


João Paulo Vasconcelos Clementino comentou: junho 23rd, 2009 at 3:37 pm

Caro Feiz, No momento que recebi o convite para conhecer o blog já pude imaginar a qualidade dos textos aqui postados. Nas poucas oportunidades que tive de ouvir ou ler suas palavras, tive sempre a impressão de que mais que um professor, mais que um poeta, estaria ali um ser humano diferenciado, com o dom da sensibilidade concedido a poucos. O vídeo do Serro é emocionante para quem não vive mais naquele lugar abençoado e rico, tanto em acervo quanto em história. Este é de encher os olhos e ouvidos de emoção. Receba meus parabéns pela bela obra e meus agradecimentos pelo convite que muito me engrandece a honra de receber e poder compartilhar de tamanho conhecimento que você nos oferta com o maior desprendimento de um poeta nato! Forte abraço, João Paulo Vasconcelos Clementino.


Cris (a filha Paulistinha do Sr. Feiz) comentou: junho 24th, 2009 at 3:27 am

Querido Sr Feiz, fico admirada e orgulhosa quando vejo tanto patriotismo e crença no Brasil. Gostaria de acreditar tanto quanto o senhor acredita, com a mesma fé. O senhor mostrou o Serro uma cidade encantada, linda sem problemas. Parabéns pela homenagem. O senhor é e sempre será um grande Homem. Um beijo especial da filhota emprestada Cris ? SP.24.06.2009.


Ricardo C Nunes comentou: junho 29th, 2009 at 5:06 pm Prezado Feiz, Parabéns pelo blog. É um prazer para nós serranos podermos desfrutar da sua vasta cultura, abraço Ricardo


Maria Geralda comentou: julho 10th, 2009 at 9:44 am Sr. Feiz, Quando li o texto "O futuro já aconteceu", na parte em que se refere ao livro de papel com tanto carinho, fiquei pensando: "será que ele irá se contentar em publicar apenas no blog?" Não pensa em publicar um livro seu,com noite de autógrafos e tudo, ainda que não seja com fins comerciais? só pra ter esse "objeto de desejo" em sua estante e nas dos amigos, familiares e amigos dos amigos? Sabe aquela história de "ter um filho,plantar uma árvore e escrever um livro"…? Pois é. Pense nisso. Abraços, Maria Geralda


Helmut comentou: julho 16th, 2009 at 10:02 pm

Feiz, Fiquei muito feliz com a volta ao passado, com tudo que pude reviver do Serro. Parabéns. Abraços, Helmut Cesar


Ana Paula Nunes De Filippo comentou: julho 18th, 2009 at 7:27 pm

Querido Tio Feiz, é com muito carinho que venho deixar os meus parabéns pelo lindo trabalho que vem fazendo no seu blog. De uma pessoa especial como o senhor só poderíamos esperar um blog cheio de palavras e pensamentos maravilhosos. Bjs, Ana Paula


Luciana comentou: agosto 2nd, 2009 at 5:24 am

Olá! Poucos comentários? Só aqui, são 83. Ah! E tem uma coisa. Tenho o blog desde 2006. Há de se ter paciência, os comentários demoram a surgir, mas surgem. Se bem que tenho outros blogs, um deles chamado Vila das Palavras, e não consiguia arrancar muitos comentários com ele, mas é assim mesmo. Pelo menos, o blog é a nossa oportunidade de nos expressarmos, sem censura, um espaço livre que no passado não tínhamos. Obrigada pela visita.


Murilo Castro comentou: agosto 5th, 2009 at 11:15 am

Caro e admirável Feiz, que bondade a sua em partilhar esta primorosa inteligência e a sabedoria de viver cercado dos verdadeiros valores que justificam uma existência passageira: convivência, cultura, arte e generosidade. Obrigado pela sua constante manifestação de amizade, gratuita e sincera, que não é somente demonstrada por você, meu caro Feiz, mas também e sempre pela Maria Helena, primeira-dama das artes em Minas Gerais, seus filhos, netos e certamente pelos bisnetos e os demais descendentes desta nobre cepa. Feiz, meu abraço de admiração e amizade. Murilo Castro


Rogério Silva Clementino comentou: agosto 11th, 2009 at 5:45 pm

PREZADO AMIGO FEIZ,APÓS ASSISTIR O FILME,FIQUEI COMPLETAMENTE EMOCIONADO E FELIZ POR VIVER UMA ÉPOCA QUE NÃO TIVE A OPORTUNIDADE DE VIVE-LA.FIQUEI MUITO ORGULHOSO,POR PODER DIZER,QUE TAMBEM SOU UMA PEQUENA PARTE DESTA HISTÓRIA,POR SER FILHO DE UM GRANDE E ILUSTRE SERRANO,QUE ALEM DE SER FILHO DESTA TERRA,CONTINUOU ATRAVÉS DA SUA POESIA DE 6 CORDAS,CONTAR A HISTÓRIA DESTA TERRA TÃO AMADA E RESPEITADA POR TODOS NÓS.ASSIM É QUE ME SINTO;ORGULHOSO POR SER FILHO DO SERRO E FILHO DE UM GRANDE POETA,QUE CONTAVA SUAS POESIAS ,PELAS AS MADRUGADAS DA CIDADE QUE ERA MÁGICA EM SUA ÉPOCA DAS SERESTAS QUE FAZIA PARTE DAS NOITES ENLUARADAS E VIBRANTES QUE, SÓ O SERRO PROPORCIONAVA ESTE MILAGRE. O MILAGRE DO BELO, DE SUAS CASAS,QUE NO CALOR DO SENTIMENTO EM QUE AS MÚSICAS LHES PROPORCINAVAM,FAZIAM-LHES CANTAR COM A ALMA.ISTO SÓ É POSSÍVEL NO SERRO E NO ALTO AZUL DO ESPINHAÇO. PARABÉNS AMIGO FEIZ,POR TRAZER DE VOLTA UM SENTIMENTO QUE,ANDA ESQUECIDO POR CAUSA DOS COMPROMÍSSOS EM QUE A VIDA NÓS DAR COMO OBRIGAÇÃO DE SER FEITO MAS,ANDA GUARDADO NA ALMA E NO ESPÍRITO QUE LEVAREMOS PARA SEMPRE EM NOSSAS VIDAS. MUITO OBRIGADO. ATENCIOSAMENTE ROGÉRIO CLEMENTINO.


Fátima Lins de sales comentou: agosto 18th, 2009 at 11:20 am

Olá Feiz, (Antes de parabenizá-lo, vou me apresentar. Sou filha de D. Leonor Lins e do Lili Sales.) Se pudessemos olhar através das paredes,veriamos agora magestoso, imponente, a apontar para o alto. O "Itambé" é um convite a subir. E lendo seu blog, pude notar que como Serrano, vc tbm ouviu e aceitou seu convite. Parabéns,só quem enxerga com a alma sabe desvendar os mistérios que tem nossa terra, as belezas que se escondem atrás de cada esquina, em cada beco, em cada ladeira. O mundo precisa saber que encravada nas lindas montanhas mineiras, existe uma cidade que ainda não perdeu seu ar de "donzela". E você está sabendo muito bem divulgar e levar a todos, este nosso sentimento de filhos que ama e sabe valorizar sua terra. Para o alto sempre! beijos! Fátima Lins sales


Francisco José O de M e Silva comentou: agosto 19th, 2009 at 2:43 pm

Senhor Feiz, Apesar de não ter tido a oportunidade de conhece-lo pessoalmente, após conhecer esse seu blog literário, relembro das vezes em que meu saudoso pai me falou sobre o senhor, sempre com amizade, admiração e respeito e agora entendo o porque desses sentimentos. Parabéns! Com admiração, Fran.


Eugênio Fonseca comentou: agosto 27th, 2009 at 10:25 pm

Fiquei surpreso ao navegar pela net e encontrar uma referência ao seu blog. Meus parabéns!!! Pude relembrar algumas conversas que tivemos nos anos em que tive o prazer de prestar serviços a você e sua família. Uma abraço meu e da minha família.. que agora já tem descendentes..


Margarette Dayrell comentou: setembro 3rd, 2009 at 4:44 pm

Prezado Feiz, Fiquei muito feliz em visitar seu blog e compartilhar lembranças da nossa querida Serro! Você não deve se lembrar, mas contribuiu muito com minha vida profissional. Um grande abraço!!


Teotônio Magalhães comentou: setembro 5th, 2009 at 6:00 pm

Prezadíssimos Feiz e Maria Helena Por recomendação de sua sobrinha Maguinha (de Zulú e Doris), estamos usufruindo desta admirável página com passagens de sua prodígiosa vida. São momentos de aprender como se vive, como ser útil e repassar às novas gerações exemplos de dignidade e amor à cultura, sobretudo a nossa, do Serrano. Gostaria de transmitir nossa alegria em vê-lo e ouví-lo, mesmo à distancia. Estamos em festa com reuniões de fundação do ROTARY CLUB DO SERRO, gostaríamos muito de tê-los conosco como o companheiro que é. Enviamos, eu e minha esposa Celeste, um fraterno abraço e manifestações de elevada estima e distinguida consideração. Teotônio Magalhães Barroso - SERRANO mesmo. Residência: Ladeira da Matriz, 50 - Centro - SERRO/mg.


Teotônio Magalhães comentou: setembro 5th, 2009 at 6:06 pm

PARABÉNS PELOS COMENTÁRIOS E DIVULGAÇÕES DO BRILHANTISMO DO SENADOR PEDRO SIMON, FRENTE AO GRUNIDOS DO "SENADOR" COLLOR. SUGERIMOS TAMBÉM LER O SITE DO BRILHANTE BRASILEIRO, SENADOR CRISTOVAN BUARQUE. ESTES SIM, NOS ORGULHAM. SAUDAÇÕES EDUCADORAS. Prof. Teotônio Magalhães - SERRO CARO FEIZ NAGIB BAHMED, SOMOS ORGULHOSOS DE VOCÊS. OBRIGADO POR ESTES MOMENTOS DE CULTURA. PÉ NA ESTRADA.


Vanda Amorim comentou: setembro 7th, 2009 at 9:26 pm

Olá Feiz, Queridos Amigos, Parabéns pelo seu Blog. Aproveito para apresentar minha obra literária, CROCODILO SONHADOR, romance contemporâneo lançado em maio/2009, pela Editora Globo. O livro teve apoio do Presidente da Academia Paulista de Letras, Dr. Renato Nalini e do publicitário Celso Loducca, pessoas que fizeram o prefácio e orelha, respectivamente. Espero contar também com o apoio desse respeitável blog. Abraço, Vanda Amorim


Aline comentou: setembro 22nd, 2009 at 8:41 am

Olá Sr. Nagib, Não é sempre que encontramos em nossos semelhantes o prazer de compartilhar a sabedoria e a cultura. "Compartilhar" é definitivamente o verbo dos iluminados. Abraços, Aline.


Carla Damiani Duarte comentou: setembro 23rd, 2009 at 5:15 pm Querido Feiz, acessar o seu blog é ter uma aula de cultura on-line. Admiro seu talento, sua inteligência e sua sensibilidade. Obrigada pelo carinho sempre demostrado. Carla Damiani


Gabriel Araújo dos Santos comentou: setembro 24th, 2009 at 4:20 pm

Digo que estou pasmo, estupefato, tantas lembranças me afloram. Algo inexplicável me trouxe a essa página! Agora, há dois dias, em função do que me foi solicitado no que se refere à remessa de uns dados lá para a Câmara Municipal de Peçanha -MG- fui mexer nos meus guardados. E estavam - ainda estão- lá umas tantas folhas de papel já bastante amareladas e quebradiças. Que folhas são aquelas? Quem as datilografou? Em que data? Quando me foram dadas pelo meu então colega de Banco (Banco da Lavoura), o Chico do Bilim - Francisco de Assis de Oliveira - dissera-me ele que aquelas folhas lhe foram dadas por um grande amigo lá do Sêrro. Uma espécie de apostila de português. Eu e ele, o Chico, precisavamos estudar para fazer o concurso interno do Banco (nós éramos contínuos). Estudamos naquelas folhas, que na época não eram amarelas nem quebradiças.E passamos. E quem presenteou o Chico com aquelas folhas - que ainda cheiravam a novas - tinha sido seu amigo Feiz, filho do Sr. Nagib, Gerente do Banco em Sêrro. E nós dois, eu e o Chico, morávamos em Peçanha. Isso foi em l950. Há pouco tempo, para homenagear o Seu Nagib, de quem meu pai e tios eram admiradores, escrevi uma espécie de conto, e citei o nome dele com todas as letras. Nasci no Sêrro, mas com 1 ano de idade fui levado por minha família para Peçanha, de onde saí em l958, transferido para Santo André-SP. Percorri chão, sempre no Banco. Hoje resido em Campinas-SP. Aposentado desde l986, e depois de frequentar o Instituto de Línguas da Unicamp como aluno especial, preencho grande parte do meu tempo rabiscando alguma coisa, coisa que já foi publicado pela Unicamp na comemoração de seus 40 anos. ´ Espero que o inesquecível Sr. Feiz leia esse comentário, e se o fiz aqui é porque não disponho de seu e-mail. Não posso deixar de dizer que esmiucei tudo o que esta página contém, e me senti orogulhoso de ter nascido no Sêrro, e que hoje eu fiquei sabendo pela minha irmã Iaiá, que reside em Valadares, que foi na Rua do Corte onde nasci. Passei um e-mail para a Prefeitura de lá para saber se até hoje essa rua ainda existe com este mesmo nome. Tenho quase certeza que sim.


Gabriel Araújo dos Santos comentou: setembro 27th, 2009 at 7:45 pm

Feiz, tanta coisa boa me acontec eu de ontem para hoje, aquilo de localizar por acaso seu blog, meu desabafo, sua atenciosa resposta ao meu comentário postado no blog. O meu telefonema de hoje ao Chico lá no Sêrro. Foi como se, de posse de uma xaula (ou pá, como se fala lá em Peçanha), eu revolvesse a terra e fosse encontrando valiosos tesouros. Tesouros de recordações, lembranças dos causos que meu pai contava ali na cozinha ao redor da fogueira armada no chão de terra batida. Causos também de meu tio José Penna. Nascido no Sêrro, fui criado em Peçanha, mas as histórias que eu ouvia eram emprestadas lá do Sêrro, como aquela do surgimento do primeiro avião, que ali chegou por acaso, perdido que estava o piloto. E o lugar mais apropriado que encontram para acomodar a aeronave - agora um troféu - foi o Rancho Municipal (mercado). No barulhar ensudecedor que fez ao riscar os ares silenciosos da cidade, as piedosas mulheres julgaram ter chegado o fim do mundo, e puseram-se a rezar e rezar. Na afobação, não deram conta de que estavam a recitar as anotações das cadernetas de compra, e diziam: 1 pão de sabão, rogai por nós. Verdade ou não, essa foi uma das inúmeras e interessantes histórias que eu ouvia no aconchego familiar. Ternas e gratgas recordações. Vejo aí o nome Tolentino, muito familiar, tantas vezes se falou em casa num tal de Dr. Tolentino. Eu nunca imaginei existisse uma página na internet tão rica de detalhes sobre o Sêrro como essa que me foi agora indicada pelo Feiz. que maravilha havê-lo conhecido agora, e também a alegria de ver um descendente de um nome - Tolentino - de que tanto meus familiares falavam. Maravilhosa e poética essa expressão "irmãos na saudade". De fato, creiam-me, sou, como vocês, também "um irmão na saudade".


Marilena de Miranda Nunes comentou: outubro 7th, 2009 at 12:13 am

Meu primo,meu concunhado e meu amigo Feiz, Quando trabalhei na SPHAN,há alguns anos atrás, ouví dizer sobre um serrano de nome Belmiro Braga, que fora um pintor e que era pouco conhecido aqui no Brasil. Sòmente hoje, após visitar o seu blog pude ter as informações corretas sobre o nosso conterrâneo, artista de grande valor e que engrandece mais ainda a lista de serranos ilustres e importantes do nosso país. Seu texto tão elucidativo, bem escrito e verdadeiro, acrescentou muito aos meus poucos conhecimentos sobre a arte no Brasil. Agora posso dizer quem foi Belmiro Braga, um artista serrano, até aqui pouco conhecido no seu país, o que não é compreensível… Obrigada pelo seu blog, porque através dele adquirimos mais conhecimeentos, mais cultura. Meu abraço amigo.


Jonathan e Franco Emílio de Souza comentou: outubro 11th, 2009 at 7:03 pm

Estamos, reitero estamos maravilhados com os materiais de sua autoria. Vi muitas coisas ao passar por aqui no Serro a caminho de João Monlevade. Foram os melhores trabalhos que tive a oportunidade deconferir


Marilena de Miranda Nunes comentou: outubro 23rd, 2009 at 9:55 pm

Meu querido primo Feiz, Relendo alguns comentários aqui postados,também relí o meu último, datado de 07 de outubro deste ano. E para espanto meu e com certeza seu e de outros que aqui entram, deparei-me com um ato falho de minha parte. Imagine que, eu troquei o nome do nosso grande artista serrano Belmiro de Almeida por Belmiro Braga, nome também conhecido, mas não nascido em nossa cidade. Imagino que o nosso conterrâneo famoso não tenha ficado chateado comigo e tenha entendido o meu lapso de memória.E que o Belmiro Braga tenha se alegrado com o seu nome citado aqui no seu blog. Peço-lhe desculpas por meu ato falho bem como aos leitores do seu blog. Meu abraço de prima e amiga.


Laene de Oliveira L. Freire comentou: outubro 26th, 2009 at 2:55 pm

Prezado Feiz, Tenho acessado o seu blog, lendo poesias e encantando-me com todo o seu conteúdo, sempre enriquecedor. De último, tenho tido a alegria de estar com voce, pessoalmente e algumas vezes ao telefone. Menos do que eu gostaria, é verdade, pois esses momentos são extremamente profícuos. Sua cultura e sensibilidade me emocionam. Como Presidente da Associação dos Amigos do Serro - AASER, quero, em nome de sua diretoria e associados, agradecer-lhe a sua generosa doação do belíssimo quadro do nosso conterrâneo Belmiro de Almeida. Ele será a nossa inspiração, doravante. Creia que esse seu gesto marcará a história da AASER. Em meio a tudo isso, reiteramos a importância da sua presença em nossas atividades e promoções, na certeza de que a sua disponibilidade, se somará aos esforços dos demais associados nessa nossa empreitada de apoio, atenção e divulgação da nossa querida Serro. Com carinho, Laene Freire


Alessandra Chauvet (Correios BR 262) comentou: outubro 28th, 2009 at 10:01 am

Caro Sr Feiz, Me emocionei muito com o seu poema "Diga" . O Sr é um artista, uma alma excepicional!Continue nos presenteando com suas palavras, por favor!Sorte e tudo de bom sempre, é o que deseja a mais nova fã de seus trabalhos e pensamentos, Alessandra


Gui Madson ( família Moreira ) comentou: novembro 12th, 2009 at 6:24 am

Querido Feiz, Somos do Serro ou do mundo? Somos Minas Gerais. Fiquei encantado com tudo. Estou super feliz por mostrar nossa cidade com tanta poesia. Voltei no tempo, passeando na memória e imaginação de uma saudade. Viva o Zé, o João e as Marias. Viva Feiz, Viva a Senhora do Rosário e o povo desse lugar. Serro vivo! Viva Serro! Somos flores do mesmo jardim, E nesse jardim sempre continuará nosso perfume, Cada momento que o vento soprar calmo… A brisa do tempo. Parabéns! Um grande abraço, Gui Madson


Gabriel Araújo dos Santos comentou: dezembro 1st, 2009 at 2:17 pm

Ao dar com o comentário do Sr. Gui Madson, em especial, veio-me à memória um desabafo meu nos idos de l958. Era a primeira vez que me deslocava em definitivo para longe das Gerais, e ali em Santo André-SP-, rabisquei "Transporta-me saudade, imploro, ao lugar de onde eu vim, Peçanha ou Serro Frio, Minas Gerais onde eu nasci". Hoje, fico assuntando, que santa e ingênua caipirice. Só Minas mesmo,sô.


Guido comentou: dezembro 24th, 2009 at 6:40 pm

Gostei muito do relato de seus amores. Maria Helena, muito bom… Mas o final do poema para a chinesa,"muralhas cinhesas para mim" achei fantástico Grande abraço Guido


Camila e Carol comentou: dezembro 26th, 2009 at 6:20 pm

Vovo, estamos aqui em alto mar e aproveitamos para dar uma passada no seu blog, esta simplesmente fantastico!! um Feliz Natal para voce e para todos! saudades! te amamos! beijos


Marilac comentou: dezembro 27th, 2009 at 10:20 am

Querido Feiz, O ano de 2009 está chegando ao fim, e eu quero lhe dizer que o seu blog me proporciona grandes momentos de felicidade e alegria. Agora, com meus 71 anos, venci o bloqueio da idade e aprendi a ser internauta. Adquiri uma grande independência para entrar no seu blog, sem nenhuma ajuda dos filhos. Coloquei-o na lista dos meus "favoritos" e, todos os dias, abro o seu blog, que me traz conhecimento e satisfação. O filme do Serro me levou às lágrimas! Enfim, tudo é maravilhoso e me proporciona novos ensinamentos, cultura e lições de vida. Um grande beijo, no seu coração, da cunhada que te ama, Laca.