Pesquisa:

Só Tu

voltar Comentar Imprimir

 

Tantas foram as que me amaram,

Tantas foram as que amei.

Tantas as que me abraçaram

E tantas as que eu beijei…

Mas tu, que rude contraste,

Tu que jamais me abraçaste,

Tu que jamais eu beijei

Só tu nesta alma ficaste,

De todas as que amei.

Lívio Barros
São Paulo, 1973