Pesquisa:

Eventos Literários

SARAU POÉTICO

A Prefeitura do Serro, por mãos de seu atual dignitário, Guilherme Simões,acordando o caminho da cultura – expressivo “PIB” da terra serrana – imaginou, para uma noite de gala, um sarau de poesia.

O Serro, desde os distantes tempos de seu passado, inaugurou as serestas em seu território, as quais iluminam, de há muito e até agora, as madrugadas serranas ao som do canto de românticos trovadores, ajudados sempre por violões, corresponsáveis pela lindeza das melodias.

Como a poesia conversa com a música e com o canto, a Associação dos Amigos do Serro, pelo entusiasmo e empenho da presidente Laene e de sua aparceirada Marcinha, fez deveras uma bela serenata de versos à luz de estrelas.

Aconteceu em setembro de 2011 esse galante e concorrido festival.O serrano Felix Tolentino, com seu conhecido talento, fez o retrato dessa doce serenata de rimas, encontro de que abaixo se verão alguns excertos, para que assim não seja esquecido, ou melhor, numa rima poética: seja noutras noites repetido.